Como morar na França durante um tempo sem gastar muito

Considerado um dos melhores países do mundo para se viver, a França tem sido o destino escolhido por muitos brasileiros, seja para estudar, seja para trabalhar na terra dos queijos e vinhos. Entretanto, muitas pessoas também acabam desistindo desse sonho por acharem que é financeiramente inviável.

Mas, afinal, é possível morar na França sem gastar muito? É exatamente isso o que você vai descobrir no post de hoje. Confira!

Qual o custo de vida médio na França?

A resposta para essa pergunta varia conforme a cidade em que você escolher viver. Na capital, Paris, o custo de vida é considerado alto. Os aluguéis de apartamentos no centro da cidade podem chegar facilmente aos mil euros (por mês).

Entretanto, caso você decida morar nos arredores da capital ou mesmo em outras cidades, como Lyon, Montpellier ou Toulouse, é possível viver relativamente sem apertos com uma renda mensal de, aproximadamente, 1500 euros.

Trabalhar ou estudar?

Para conseguir um visto de permanência na França por um período superior a três meses (tempo válido para estadia como turista, na qual o visto não é necessário para brasileiros), é preciso estar estudando ou trabalhando legalmente no país.

O visto de trabalho é concedido apenas para quem arranjou um emprego antes mesmo de chegar à França. Assim, esqueça a ideia de entrar como turista e buscar um emprego lá. Nesses casos, os vistos não são concedidos.

Por isso, a melhor solução é buscar um emprego estando ainda no Brasil e, somente quando conseguir, entrar com o pedido de visto de trabalho junto à Embaixada da França aqui mesmo no nosso país.

Já como estudante, o visto é concedido para cursos de idiomas, graduação, mestrado, doutorado e cursos de curta duração. Porém, em muitos casos, é necessário comprovar renda suficiente para se sustentar no país por todo o período em que durarem os estudos — e, na maioria das vezes, pagar o valor do curso integralmente antes mesmo de embarcar.

Como morar na França sem gastar muito?

Consiga um trabalho antes de ir

Com a popularização da internet, ficou muito mais fácil buscar postos de trabalho em qualquer lugar do mundo. Pesquise por empresas ou instituições francesas que ofereçam cargos aos quais você possa se candidatar, faça contatos e envie currículos. Acredite, você pode se surpreender!

Faça um pé de meia

Por mais que você aterrisse em solo francês já empregado, saiba que começar uma vida do zero requer gastos iniciais que não são baixos. Por isso, a melhor solução é juntar algum dinheiro antes de ir. Assim, se qualquer imprevisto surgir, você estará preparado.

Divida apartamento com outros brasileiros

Quando se mora no exterior, é supercomum criar laços com pessoas de nosso país de origem. Isso nos faz sentir mais à vontade e ter a sensação de estar um pouquinho mais perto de casa.

Além disso, conhecer e viver junto de outros brasileiros pode te ajudar a ficar sabendo de outras oportunidades de estudo e trabalho para estrangeiros.

Vá como estudante

A grande vantagem de morar na França como estudante é que quem estuda lá pode, legalmente, trabalhar também, desde que a carga horária não ultrapasse 17 horas semanais.

Por isso, se você tem vontade de estudar francês ou mesmo fazer uma graduação, é possível conseguir um visto de maneira mais fácil do que o visto de trabalho, com a vantagem de poder arranjar uma fonte de renda no país.

Viu só como é possível morar na França sem gastar muito? Basta um planejamento bem-feito e uma boa dose de motivação e força de vontade para conseguir realizar esse sonho!

Você gostou desse artigo? Acha que ele foi útil para você? Então siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook, Twitter e LinkedIn) e não perca mais nenhum conteúdo!

FO_CTA_eBook04_MusicaCinema

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.