Pensando em fazer mestrado no exterior? Saiba como se organizar

Se você está terminando o curso de graduação, está na fase de escrita do trabalho de conclusão de curso e deseja continuar seus estudos acadêmicos, uma boa opção é fazer um mestrado no exterior. Independentemente de onde e em qual área você deseja estudar, há diversas possibilidades de cursos, bolsas de estudo e modalidades de mestrado fora do país. Mas, como se organizar para atingir esse objetivo acadêmico? Saiba como se organizar para isso no nosso artigo de hoje.

Tenha um equilíbrio entre o lazer e os estudos

Para fazer um mestrado fora, não é preciso se isolar de amigos e familiares e focar apenas nos estudos. É possível conciliar todas as atividades acadêmicas, inclusive de preparação para o mestrado, sem comprometer sua vida social. Basta ter um pouco de organização e disciplina!

Invista no aprendizado de línguas estrangeiras

É imprescindível você conhecer uma ou mais línguas estrangeiras antes de se inscrever para um mestrado no exterior. Para isso, é bom investir desde cedo no aprendizado dessas línguas e na obtenção de certificados de proficiência. Por exemplo, para quem planeja fazer um mestrado na França, geralmente, é necessário garantir sua certificação DALF ou TCF.

Planeje-se com antecedência

Certificações de línguas estrangeiras são apenas uma razão para você se planejar com antecedência para essa empreitada acadêmica. Elas tomam tempo de estudo, investimento financeiro e aprendizado dos modelos de prova. Além disso, é preciso apresentar um projeto de pesquisa robusto, redação de motivações pessoais, currículo e outros documentos que demandam tempo, reflexão e preparo. Portanto, planeje-se com antecedência!

Pesquise on-line os programas das instituições de ensino

A melhor maneira de se organizar para um programa de mestrado no exterior é conferindo, pela internet, as características e pré-requisitos de cada instituição. Comece por uma pesquisa básica de instituições em sites como o Universia e o Catraca Livre Educação. Eles são boas fontes de editais, bolsas e notícias sobre processos seletivos em instituições de ensino.

Posteriormente, visite o site de cada instituição e faculdade em que pretende estudar. Existem regras específicas para admissão em cada programa de mestrado, por isso, é importante fazer uma lista de pré-requisitos de cada instituição. Crie uma checklist com estas especificações e mãos à obra!

Procure arrumar a documentação necessária com antecedência

Por mais que as inscrições para o programa de mestrado em que você deseja estudar ainda não estejam abertas, não deixe para a última hora para providenciar a documentação necessária. Muitos documentos precisam ser enviados pelo correio, com versões traduzidas e autenticadas. Esse é um processo extremamente lento e burocrático. Por isso, procure ao máximo adiantar os preparativos para sua inscrição.

Verifique as opções de bolsas de estudo

A maioria das instituições estrangeiras de ensino disponibiliza uma lista de fontes de financiamento, bolsas de estudo e outras formas de auxílio para quem quer se inscrever. Esses editais também exigem que o aluno providencie uma documentação específica, preencha formulários, apresente seu projeto de pesquisa, entre outros requisitos. Por essa razão, quanto antes você começar a pensar sobre isso, melhor!

O que achou dessas dicas sobre como organizar-se para fazer um mestrado no exterior? Já tem suas instituições de preferência onde pretende se candidatar? Deixe aqui seu comentário!

FO_CTA_eBook06_CursoFrances

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.