Mindfulness para aprender línguas: como funciona?

Vivemos em um mundo que nos incentiva a estar conectados com tudo o tempo todo, recebendo um fluxo de informação ininterrupto que tende a nos levar à dispersão e pouca produtividade.

Nesse cenário, aprender línguas pode se tornar algo um tanto desafiador.

Ainda que algumas pessoas consigam trabalhar na função “multitarefa” (fazer várias coisas ao mesmo tempo), essa aptidão está longe de ser uma característica da maioria das pessoas. Na realidade, o ser humano costuma trabalhar melhor e com mais prazer quando realiza uma atividade por vez.

Se você busca formas de aprender uma segunda língua de maneira eficiente, continue lendo este post para entender como utilizar essa técnica de meditação para essa finalidade.

1. O que é o mindfulness?

Em bom português, significa “atenção plena”. Ou seja, se você está acostumado a se interessar por várias coisas diferentes e ao mesmo tempo e já percebeu que isso te prejudica, talvez seja hora de meditar dessa forma.

O princípio básico do mindfulness é voltar sua atenção para o “aqui e agora”. Para aplicar a técnica, você deve exercitar sua concentração de forma a focar nas atividades que estão ocorrendo no momento presente.

Você pode observar desde a temperatura da água batendo sobre suas mãos enquanto lava as louças ou mesmo como seu corpo e suas emoções reagem quando está discutindo com um amigo, por exemplo. Independentemente da situação, é regra é viver a atividade do momento.

2. Como isso pode ajudar nos estudos?

É um tanto quanto óbvio dizer que a qualidade dos seus estudos está diretamente ligada ao quão focado e concentrado você está. É claro que a qualidade do material e a metodologia de estudo também contam, mas se a sua mente está menos dispersa e mais direcionada ao que é importante — como aprender uma nova língua — fica mais fácil atingir seu objetivo.

E o segredo para obter o máximo dessa técnica é praticar. Treine-a em qualquer momento. Faça exercícios de mindfulness pelo menos três vezes ao dia.

É simples. Pare no momento em que estiver fazendo alguma atividade (qualquer uma) do dia a dia. Preste atenção em tudo o que acontece naquele momento (respiração, sensações, dores ou prazeres etc). Tome nota de tudo o que passou pela sua cabeça enquanto você meditava sobre aquela atividade, sem modificar nada. Só anote e aceite. Relaxe e viva o momento presente.

Isso produzirá os seguintes benefícios para seus estudos:

Menos estresse

A pressão em aprender uma nova língua para desenvolver-se profissionalmente pode trazer tensões e preocupações que atrapalham a qualidade os seus estudos. A prática do mindfulness será capaz de trazer a tranquilidade que você precisa para obter sucesso no aprendizado.

Ajuda a dormir melhor

A qualidade do sono está diretamente ligada à qualidade de vida e à saúde mental de qualquer pessoa. Estar bem descansado e com a mente sã também contribui favoravelmente para a melhora dos estudos e aprendizagem de uma nova língua.

Aumenta a atenção

Esse ponto é certamente o mais fácil de entender o porquê colabora para o sucesso no aprendizado de uma nova língua. Com uma atenção maior você aumenta sua apreensão e facilita a assimilação de novas palavras, pronúncias e sintaxes.

Melhora a memória

Outra questão diretamente ligada ao aprendizado linguístico é a capacidade de memorização. Armazenar um novo vocabulário, gramática, construção de frases e até mesmo fonemas exige boa memória. A prática do mindfulness também lhe ajudará nisso.

Ajuda no controle de emoções

A vida de um estudante em busca de sucesso profissional não é fácil e sabemos que são muitos os desafios que enfrenta. Ter o equilíbrio emocional para lidar com tantas tarefas sem se desgastar permite que o estudo de uma nova língua seja mais produtivo e prazeroso, sem se tornar um bicho de sete cabeças.

3. Há alguma restrição para o mindfulness?

mindfulness só não é indicado para pessoas que sofrem de depressão aguda e esquizofrenia. Fora esses casos, você pode praticar à vontade e se beneficiar das diversas maneiras que apresentamos ao longo desse post.

Se você gostou de saber como usar o mindfulness para aprender línguas, não deixe de conhecer também 4 motivos para investir em um curso de francês

FO_CTA_eBook10_AprenderIdiomas

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.