Os 5 principais erros de brasileiros na pronúncia de francês

Falar francês adequadamente permite fazer viagens, conhecer novas culturas e conseguir um bom emprego em multinacionais francesas e/ou francófonas assim você multiplica possibilidades no mercado de trabalho.

O francês é a segunda língua mais ensinada no mundo. São mais de 200 milhões de pessoas fluentes nos 5 continentes.

Contrariamente ao que muitos dizem, esse não é um idioma complicado. Apesar de apresentar alguns pequenos detalhes que dificultar o aprendizado e portanto aprender essa língua, muito apreciada pelo tom de romantismo e suavidade vai exigir muito esforço, dedicação e treinamento.

Erros de pronúncia são muito comuns entre os brasileiros e por isso, preparamos uma lista com os 5 erros mais frequentes e a maneira correta de evitá-los para conquistar uma excelente fluência.

1. Palavras que começam com “S”

Os brasileiros têm a tendência de pronunciar o “e” diante de palavras que começam com “s”. Quando o português adotou algumas palavras latinas, um “e” auxiliar foi colocado antes dessas palavras para pronunciá-las melhor.

Mas, em francês a pronuncia do “e” não pode existir. Palavras como spectacle, sport, stupide, spontané, spasme são pronunciadas com “ss” no início.

Evite esse erro e, para ajudar, treine em frente ao espelho e ouça várias vezes a pronúncia correta!

2. O famoso biquinho

Um grande segredo para conquistar a pronúncia correta do francês é exercitar a boca.

É isso mesmo! Seja um bom praticante e comece a movimentar os músculos da face. Não estamos acostumados com alguns movimentos, pois no português não precisamos fazê-los. Por isso é importante o treinamento diário.

A vogal “i”, por exemplo, é muito mais aberta no francês do que no português. Já as vogais “e” e “u” vão precisar de um biquinho (um som que vem do fundo da garganta e termina na ponta dos lábios). Desenvolva a pronúncia de palavras com essas vogais, como “salut” e “je le peux” até ficar natural.

3. Pronúncia das letras “D,S,T,P” no final das palavras

Um erro muito comum dos brasileiros é pronunciar o som dessas letras no final de palavras. Não cometa esse erro! Veja alguns exemplos:

Français (francé);

Petit (peti);

Beaucoup (bocú);

Renaud (renô);

Champs (cham, nesse caso nem o “p” e nem o “s” são pronunciados.

Como toda regra possui exceção, uma é a palavra mars em que a pronúncia do “s” acontece.

4. O som do “en” e do “in” no Francês

Outro erro frenquente é pronunciar palavras como vin, vent, matin, dent de forma errada. Mas vamos resolver esse problema agora mesmo. Entenda:

O “en” tem som de “ahn”. No português, quando não entendemos algo dizemos “ahn”, certo? Pois bem, no francês o som do “en” vai ser o “ahn” um pouco mais fechado.

Já o “in” é bem parecido com o nosso “ahn”, pois é mais aberto! Fácil, não é?

5. A pronúncia dos “RS”

Quando eles aparecem no final das palavras, fica bem tranquilo para os brasileiros. Mas, se apareceu depois de uma consoante, vai precisar de muito treino! C’est compliqué!

Uma dica é pronunciar a palavra “carro” em português sem a vogal “o” no final. Houve uma tremura na garganta? Então está correto! Agora pronuncie a palavra “bonjour” em francês com o mesmo “r” do “carro”.Treine com as palavras très e merci com o mesmo “r”.

No começo a pronúncia dos “rs” não é tão fácil, mas as repetições fazem com que acostume-se.

Lembre-se que errar faz parte do aprendizado e, a cada vez que acontece, é uma oportunidade de melhorar ainda mais a pronúncia. Não deixe os erros bloquearem seu aprendizado. Dedique pelo menos algumas horas do dia para estudar francês. Treine, ouça músicas, assista a vídeos e pratique com colegas.

Muitas escolas de Francês focam no uso prático do idioma e identificam o objetivo do aluno. Invista em uma boa formação e conquiste o sonho de ficar fluente na língua melodiosa e agradável de aprender.

E aí, aprendeu com os erros mais comuns dos brasileiros? Ficou mais motivado para enfrentar o desafio de aprender a língua francesa? Então siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Linkedin e no Twitter

FO_CTA_eBook08_GuiaConversacao

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.