6 filmes de Brigitte Bardot para aprender francês

Falar línguas é uma das premissas para ter sucesso na carreira. Além do português, claro, e do inglês, já considerado como uma segunda língua nativa no mercado, o bom profissional deve aprender uma terceira.

O francês é um idioma cada vez mais imprescindível, por ser um dos mais falados no ambiente corporativo. Uma boa forma de aprender é assistir a filmes de Brigitte Bardot.

Nascida em 1934, ela é uma das estrelas do cinema francês e musa de vários diretores. Assistir a seus filmes, além de ser uma boa forma de aprender o idioma, que é um dos hábitos essenciais para aprender um novo idioma, também vai te colocar em contato com uma das mais poderosas filmografias do mundo.

Veja 6 filmes de Brigitte Bardot para aprender francês!

1. As Petroleiras

O filme une dois gêneros, o faroeste e a comédia, para contar a história de duas irmãs que herdam uma fazenda e tentam se relacionar pacificamente com seus vizinhos. Bardot divide a tela com outra musa do cinema europeu da época, a italiana Claudia Cardinale.

2. O Desprezo

Dirigido por Jean-Luc Godard, um dos maiores cineastas da história e fundador da Nouvelle Vague, é um filme clássico da cinematografia francesa. Inspirado em romance do escritor italiano Alberto Moravia, costuma aparecer em listas dos melhores de todos os tempos. A personagem de Bardot é casada com um roteirista de cinema que quer trabalhar em um filme rodado em Roma. Desprezada pelo marido, em várias cenas relata o rancor e esse sentimento de abandono, enquanto a relação do casal vai se esvaindo.

3. E Deus Criou a Mulher

Este é o filme que lançou a carreira de Bardot ao sucesso. Dirigida por Roger Vadim, que foi marido da atriz, a produção sofreu censura em vários países por conta da carga erótica. Bardot interpreta uma jovem de 18 anos, sempre descalça, que se vê envolvida numa trama de negócios familiares e é desejada por vários membros desse núcleo.

4. A Verdade

Nesta produção, Brigitte Bardot alcançou o sucesso de crítica por sua atuação em um drama. Ela foi dirigida por Henri-Georges Clouzot, um dos principais nomes do cinema francês, e interpreta uma mulher que está sendo julgada pela morte do seu amante. O filme disseca a sua personagem por meio dos depoimentos das testemunhas.

5. Viva Maria!

Brigitte Bardot divide a tela com um grande nome do cinema francês, a atriz Jeanne Moreau. O diretor Louis Malle, outro ícone da filmografia francesa, construiu sólida carreira, premiada em Cannes e Veneza. Neste filme, Bardot interpreta a filha de um terrorista que se encontra com uma cantora de circo. Elas inventam um número que faz a fama do circo, e a história se encaminha para uma trama que envolve temas socialistas num país imaginário da América Latina.

6. Amar é Minha Profissão

Este filme causou polêmica na época de seu lançamento. A Igreja condenou a produção por seu conteúdo erotizado. Baseado em livro do escritor belga Georges Simenon, um dos mais famosos do gênero policial, o filme conta a história de uma prostituta, interpretada por Bardot, que se torna amante de um defensor público. Ela, no entanto, é apaixonada por um estudante ciumento, que se revela perigoso por não querer perdê-la.

Gostou das nossas dicas de filmes de Brigitte Bardot? Então compartilhe nas suas redes sociais!

 

fo_cta_ebook_praticasfrances

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.