Entenda como aprender francês pode mudar sua vida

Muitas vezes, a decisão de aprender um novo idioma vem da necessidade de conquistar uma vaga no mercado de trabalho.
No entanto, centenas de estudos e pesquisas comprovam que conhecer uma nova língua traz  uma série de benefícios! Dentre eles: exercita o cérebro, ajuda a desenvolver o raciocínio, expande referências culturais e é capaz de mudar a sua forma de ver o mundo.

Pensando nisso, preparamos este post para lhe mostrar como aprender francês pode mudar a sua vida. Confira:

Acesso à cultura ocidental

Durante muitos anos, o francês foi a língua dominante no mundo. Entre os séculos XVII e XX, foi a principal linguagem da diplomacia, dos assuntos internacionais e das classes educadas na Europa. Por isso, alguns dos maiores artistas, filósofos, escritores e pesquisadores do mundo produziram trabalhos nesse idioma.

Aprender francês abrirá as portas para que você tenha mais acesso à cultura ocidental. Você poderá ler, por exemplo, os escritos de Sartre e de Beauvoir, os poemas de Baudelaire e os livros de Victor Hugo, sem a perda de significados que pode ocorrer nas traduções dos originais. Seu mundo com certeza não será o mesmo depois disso.

Desenvolvimento de capacidades cognitivas

Em um artigo para o New York Times Sunday Review, o articulista de revistas científicas Yudhijit Bhattacharjee afirmou que aprender um novo idioma “pode ter um profundo efeito em seu cérebro, melhorando capacidades cognitivas não-relacionadas a linguagem”.

Falar uma segunda língua aprimora, por exemplo, sua capacidade de reconhecer e apreender significados e de se comunicar em diferentes sistemas de linguagem. Diversos estudos comprovam também que pessoas bilíngues — principalmente as crianças — desenvolvem uma grande capacidade de processar e cumprir multitarefas.

Além disso, estudar uma nova linguagem amplia seu desenvolvimento também na língua nativa. Uma pesquisa do College Board feita com estudantes americanos constatou que aqueles que falavam apenas inglês obtinham, em média, 500 pontos em uma prova oficial do idioma. Já os que haviam estudado francês no ensino médio pontuavam, em média, 130 pontos a mais que os primeiros.

Enriquecimento da experiência internacional

Você gosta de viajar ou pretende estudar fora? Então o domínio da língua francesa também será extremamente útil! Tornará sua experiência de viagem muito mais rica e mudará por completo a sua forma de se relacionar com pessoas de outras culturas e países.

Já pensou em estar em um país francófono e não precisar de guias turísticos para te auxiliar com a língua? Você será capaz de compreender o que as pessoas falam ao seu redor, poderá frequentar cinemas e teatros, participar de festas, ficar por dentro dos acontecimentos da cidade e, principalmente, conversar com os nativos e conhecê-los mais profundamente.

Mesmo que você viaje para um país cujo idioma oficial não seja o francês, dominar essa língua com certeza lhe aproximará de muita gente. Já que esse idioma possui mais de 136 milhões de falantes nativos espalhados pelo mundo.

Mudança na forma de ver o mundo

Há alguns anos, a revista norte-americana Science publicou um estudo que investigou como o domínio de um idioma pode influenciar a forma de um indivíduo enxergar o mundo.

O estudo analisou falantes nativos de inglês e alemão para entender como as construções gramaticais de cada língua influenciam na forma como eles percebem um evento real. A pesquisa mostrou que falantes de línguas diferentes veem, o mundo de forma diferente, e que dominar uma segunda língua pode expandir a percepção do mundo de um indivíduo.

Agora você já sabe como aprender Francês pode mudar a sua vida. Além de aumentar significativamente suas chances no mercado de trabalho, o domínio do idioma também pode transformar você, seu cérebro e sua forma de ver o mundo. Diante disso, temos uma ótima notícia para você: a Autrement Dit pode lhe ajudar nessa jornada de transformação! Assine já a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos e de qualidade direto no seu e-mail.

FO_CTA_eBook06_CursoFrances

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.